Chanceler francês virá ao Brasil para homenagens às vítimas

O presidente Nicolas Sarkozy pediu que Bernard Kouchner preste homenagem às vítimas dessa tragédia

Reuters

03 de junho de 2009 | 10h48

O ministro das Relações Exteriores da França, Bernard Kouchner, virá ao Brasil para assistir às cerimônias em homenagem às vítimas brasileiras do vôo 447 da Air France entre Rio e Paris, anunciou nesta quarta-feira, 3, o porta-voz do governo francês, Luc Chatel. "O presidente da República pediu a Bernard Kouchner que viaje ao Brasil para participar das cerimônias de homenagem às vítimas brasileiras, que vão acontecer nos próximos dias", disse Chatel, transmitindo as decisões do conselho de ministros.  

 

Veja também:

lista Todas as notícias sobre o Voo 447

lista Lista de brasileiros que estavam no voo

lista Lista de todos os passageiros que estavam no voo

blog Blog: histórias de quem quase embarcou

especial Conheça o Airbus A330 desaparecido no trajeto Rio-Paris  

blog Acompanhe a cobertura pelo blog Tempo Real

som Podcast: Especialista não tem dúvidas de que avião da Air France caiu no mar

especial Cronologia dos piores acidentes aéreos dos últimos dez anos

mais imagens Veja Galeria de fotos

especial Anac monta sala no Galeão para familiares; veja telefones de contato

video Entenda a operação que localizou destroços

video TV Estadão: Especialista fala sobre o acidente

linkVoo 447 pode ter tido problemas em zona intertropical

linkApenas 4 minutos da 1ª pane até a queda

linkQueda livre e sistema em pane são únicas certezas do Voo 447

linkSubmarino que achou Titanic buscará caixa-preta

linkProfundidade na área dos destroços chega a 3 mil metros

linkJobim crê que ainda é possível achar caixa-preta, diz Lula 

 

  

O desaparecimento e provável destruição do Airbus A330 da Air France com 228 pessoas a bordo foram tratados no conselho pelo presidente Nicolas Sarkozy, que "transmitiu seu pesar ... e pediu a Kouchner que, em nome da nação francesa, preste homenagem às vítimas dessa tragédia", indicou o porta-voz.

As bandeiras dos edifícios públicos franceses foram hasteadas a meio-pau nesta quarta-feira, 3, em sinal de luto.

Luc Chatel declarou que o acompanhamento e atendimento às famílias dos passageiros vem sendo a prioridade do governo, que se ofereceu para levar familiares dos passageiros ao local da tragédia.

Nicolas Sarkozy deve dar detalhes sobre as modalidades desse deslocamento quando receber as famílias das vítimas, em princípio na próxima segunda-feira, acrescentou o porta-voz.

No Brasil, foi decretado luto de três dias pelo presidente em exercício, José Alencar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.