Chefe do tráfico de morro do Rio é preso no interior de Minas

Tola era procurado há vários meses e polícia fez operações para buscá-lo; em duas delas, 14 pessoas morreram

Agência Brasil,

24 de abril de 2009 | 16h28

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu na manhã desta sexta-feira, 24, o suspeito de chefiar a venda de drogas no conjunto de favelas da Vila Aliança, em Bangu, na zona oeste da cidade do Rio. Márcio da Silva Lima, conhecido como Tola, estava no município de Durandé, no interior de Minas Gerais.

 

Tola é procurado há vários meses pela polícia fluminense, que realizou várias operações no conjunto de favelas da Vila Aliança (que inclui as favelas de Rebu e da Coréia) para tentar prendê-lo.

 

Em uma delas, realizada em fevereiro deste ano, dez pessoas morreram, supostamente em um episódio de troca de tiros com a polícia. Um mês depois, outra ação policial na região resultou em mais quatro mortos.

Tudo o que sabemos sobre:
tráfico de drogas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.