Chegam a 49 as cidades de MG em emergência

Após um período de estiagem, municípios mineiros castigados pelas chuvas na semana passada se mobilizam agora para recuperar o que sobrou e contabilizar os prejuízos. Nos mutirões de limpeza, a maior preocupação das autoridades é com o risco de doenças associadas às enchentes, como leptospirose e hepatite. Subiu para 49 o número de cidades em situação de emergência. A Defesa Civil estadual contabilizou 13 mortes e um total de 157.730 pessoas afetadas.   Galeria de fotos mostra os estragos da chuvaEm Brumadinho, cidade mais atingida da Grande Belo Horizonte, o nível do Rio Paraopeba baixou, mas cerca de 600 pessoas ainda não voltaram para suas casas - faltam funcionários da prefeitura para vistoriar os imóveis atingidos. Ontem, o acesso a pelo menos 3 mil pessoas continuava complicado, só era feito por veículos com tração nas quatro rodas. "Ainda tem comunidades em regiões de dificílimo acesso. Temos dificuldades de chegar aos locais por causa da lama e barro", disse a secretária municipal de Ação Social, Nara Alves.Uma carreta com 23 toneladas de roupas e calçados, que seria destinada para as vítimas em Santa Catarina, foi encaminhada para o município.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.