Cheia em rio deixa 300 famílias desabrigadas no Maranhão

A cheia do Rio Tocantins, que está sete metros acima do nível normal, deixou 300 famílias desabrigadas em Imperatriz do Maranhão, segundo informações do Bom Dia Brasil, da TV Globo. A água já invadiu oito bairros da cidade, sendo a canoa o único meio de transporte. Além das fortes chuvas na cabeceira do rio, a abertura das comportas de uma hidrelétrica no Estado do Tocantins também contribui com a enchente. Representantes da Defesa Civil, do Exército e do Corpo de Bombeiros fizeram uma vistoria nas áreas mais atingidas. Depois da inspeção, a prefeitura decretou estado de emergência e espera ajuda Federal e do governo do Estado para comprar comida, remédios e colchões para as famílias desabrigadas. No parque de exposições da cidade, para onde as famílias estão sendo levadas, não há mais espaço nas barracas. Quem chega tem que se alojar nas baias, antes ocupadas pelos animais. O risco de doenças, principalmente entre as crianças, começa a preocupar as autoridades de saúde.

Agencia Estado,

27 Fevereiro 2007 | 10h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.