Chico Ferramenta pede desculpas - e licença do cargo

O prefeito petista de Ipatinga, Chico Ferramenta, que ontem protagonizou uma incrível história que envolveu toda a polícia de Minas Gerais, o governo do Estado, a Polícia Federal e até o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, comunicou no início da tarde de hoje que está se licenciando do cargo por tempo indeterminado. Em nota divulgada à imprensa, ele desculpou-se à sua mulher, a deputada estadual Cecília Ferramenta, recém-empossada. Na nota, o prefeito ?agradece, particularmente, ao povo de Ipatinga, por sua solidariedade e suas orações e, de maneira muito especial, à sua esposa, deputada Cecília Ferramenta, por sua atitude exemplar e apoio insubstituível, diante da qual se desculpa publicamente?. As informações são do site uai.com.br, do jornal Estado de MinasChico Ferramenta desapareceu misteriosamente na segunda-feira. Ontem, a notícia de seu desaparecimento foi levada à Polícia mineira, ao governador Aécio Neves e ao próprio presidente da República ? que acionou a Polícia Federal e despachou para Ipatinga o secretário nacional de Direitos Humanos, Nilmário Miranda, amigo particular do prefeito. Aí então o prefeito reapareceu, no Hotel Sol Meliá, no centro de Belo Horizonte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.