Chile pedirá transferência de Mauricio Norambuena

O governo do Chile pedirá ao Brasil a transferência do líder da Frente Patriótica Manoel Rodrigues (FPMR) Mauricio Hernandez Norambuena, a fim de que ele cumpra em sua terra natal a condenação pelo seqüestro do publicitário Washington Olivetto. Carlos Maldonado, ministro da Justiça chileno, disse que o país no deve usar o Tratado de Transferência de Presos assinado em 1998. Norambuena está em Regime Disciplinar Diferenciado no presídio federal de Catanduvas (PR). Caso a transferência ocorra, ele terá de cumprir no Chile a pena do caso Olivetto, segundo a lei brasileira. Além disso, cumprirá pena por crimes cometidos no Chile, como o seqüestro de Christian Edwards, herdeiro do grupo jornalístico El Mercurio, e pelo assassinato do senador Jaime Guzman.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.