Chileno condenado por pedofilia é extraditado

Rafael Trujillo estuprou uma menina de 12 anos e liderava rede de pornografia infantil

da Redação, estadao.com.br

23 Outubro 2008 | 19h44

O Ministério da Justiça extraditou nesta quinta-feira, 23, Rafael Humberto Maureira Trujillo para o Chile, onde ele foi condenado a 20 de prisão por estuprar uma garota de 12 anos e liderar uma rede de pornografia infantil. O Supremo Tribunal Federal aceitou, no dia 11 do mês passado, o pedido de extradição feito pelo governo chileno.   Veja Também: Outros criminosos que se refugiaram no Brasil    Preso em junho do ano passado em Santa Catarina, Sakarach, como era conhecido o acusado, estava detido na Penitenciária Federal em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Segundo o ministério, ele partiu do Brasil, pela manhã, escoltado por policiais em um avião da Força Aérea do Chile.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.