Chileno reclama de tratamento e pede colchão

O chileno MaurIcio Hernández Norambuena reclamou do tratamento que a Polícia Civil deu a ele e a seu grupo no Departamento de Investigações Sobre o Crime Organizado (Deic). ?Queria colchão, roupa de cama limpa, cela confortável e banho de sol?, informou o delegado Antonio Nico Gonçalves. O policial ficou revoltado. ?Ele deixou o publicitário num cubículo, com pouco ar, sem nenhuma higiene, ameaçado a todo o momento. E vem pedir tratamento vip?? ?O sujeito é abusado. Quando viu o número de policiais civis designados para escoltá-lo e a seus cúmplices foi irônico dizendo que ?era muita gente para tão poucas pessoas? e mandei ficar calado?, disse Gonçalves. Norambuena e seu cúmplice Ruben Oscar Sanches foram transferidos para o Anexo da Casa de Custódia de Taubaté e recolhidos em celas isoladas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.