Chineses baleados no centro de SP

Três chineses foram baleados nesta tarde na região central de São Paulo. Dois morreram e um está internado em estado grave. A polícia não soube informar se há relação com as atividades da máfia chinesa em São Paulo. Por volta das 15h30, Do Lou Ming, 40 anos, proprietário de uma lanchonete da Rua Mercúrio, 555, foi baleado e morto por desconhecidos. Cerca de uma hora depois, um casal foi baleado próximo dali, na Rua Conde de Pinhal. Wang Mai Dong morreu no local e a companheira dele, Li Hui, ambos com 27 anos, foi baleada na cabeça. Ela foi socorrida, em estado grave, no Hospital Vergueiro.

Agencia Estado,

21 de outubro de 2001 | 20h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.