Chong é apontado como líder de quadrilha pela CPI da Pirataria

O relator da CPI da Pirataria, deputado Josias Quintal (PMDB-RJ), dedica um capítulo inteiro de seu parecer de 244 páginas ao empresário Law Kin Chong, preso na Superintendência da Polícia Federal em Brasília e considerado, no relatório da CPI, o líder de "uma quadrilha organizadíssima, com raízes profundamente fincadas em órgãos estatais". Na sessão de hoje da CPI, Quintal ponderou que a comissão tem limitações. "As respostas cabem ao Estado", afirmou, resssaltando que a investigação é dever dos órgãos institucionais e a repressão a essas atividades ilícitas compete aos governos. Os trabalhos da CPI serão retomados ainda hoje à noite, quando o presidente da comissão, deputado Luiz Antônio de Medeiros (PL-SP), pretende colocar o parecer em votação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.