Choque se prepara para invadir presídio de Telêmaco Borba

Presos ainda mantém dois detentos reféns em cadeia no Paraná; cerca de 90 estão amotinados

25 de maio de 2009 | 09h12

A rebelião na Cadeia Pública de Telêmaco Borba, no Paraná, foi controlada durante a madrugada desta segunda-feira, 25, após 20 horas de rebelião, segundo informações da Polícia Militar (PM). A Tropa de Choque, porém, está se preparando para invadir o local, pois dois detentos ainda são mantidos reféns. A negociação, interrompida na madrugada, não foi retomada.

 

Cerca de 120 presos participam da rebelião, iniciada por volta das 11h30 de domingo, 24, quando um carcereiro, escoltado por um investigador, foi atacado durante a distribuição de comida. O investigador efetuou disparos e os detentos reagiram queimando colchões e roupas. Há registro de grandes danos no interior da cadeia. Entre os cerca de 200 detentos que estão no local, 90 estão amotinados. De acordo com informações da Polícia Civil, a cadeia tem capacidade para abrigar 80 presos.

 

Nenhum funcionário foi ferido no tumulto. No último dia 10, houve uma fuga de 19 detentos, que cavaram um túnel e fugiram por uma casa vizinha. Segundo a Polícia Civil, oito foram capturados e estariam entre os que iniciaram a rebelião.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.