Chumbinho volta para casa com uma granada na boca

Chumbinho sempre foi muito esperto... "pra trazer porcaria pra casa, só não trouxe dinheiro até agora" , diz seu dono, Haroldo Renato Mota. O espírito aventureiro do cãozinho de estimação de Haroldo, morador de São José dos Campos, a 100 quilômetros de São Paulo, fez com que ele tivesse os seus 15 minutos de fama.O cão, que sempre levou objetos das ruas para a casa, trouxe desta vez uma granada. Acostumado a receber porcarias, Haroldo nem percebeu que o que estava na boca do cachorro era algo tão perigoso. "Ele já trouxe de tudo, de roda de bicicleta até um revólver 22 velho", lembra Haroldo.?Fumacinha? Na manhã desta terça-feira, o cão pulava como nunca entre as pernas de seu dono para anunciar o feito. "Até que ele derrubou o objeto no chão, e começou a sair uma fumacinha." No começo, o dono achou que fosse uma granada de brincadeira, mas pelo peso e pela "fumacinha", pensou logo em chamar a polícia.A Polícia Militar foi ao local, na periferia de São José dos Campos, e ao se deparar com a armadilha achada pelo cão teve receio e resolveu chamar o Grupo de Ações Táticas Especias (Gate) da PM de São Paulo. A velha, enferrujada, mas perigosa granada, semelhante a um modelo usado na Segunda Guerra Mundial, foi detonada pelo Gate.?Polícia-lata?Branco, com as típicas pintinhas pretas de vira-lata, o cão, chamado também pelo dono de "polícia-lata", foi capa de jornal e apareceu na televisão. Agora, a polícia quer saber onde o esperto Chumbinho encontrou o artefato.Haroldo está disposto a mudar o nome do cão: "Agora o apelido dele será Osama. De Osama Bin Laden, já que ele adora o perigo". Haroldo contou que já foi assaltado algumas vezes e que Chumbinho, ao invés de espantar os ladrões, "sempre faz festa para os bandidos". "Mesmo assim, ele é como um filho pra mim", diz o homem, que vive sozinho, numa chácara em São José dos Campos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.