Churrascaria indenizará família de pastor na Bahia

Os ministros da 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiram que a Churrascaria Rincão Gaúcho, localizada na rodovia que liga as cidades baianas de Salvador e Feira de Santana, vai ter de pagar uma indenização de 500 salários mínimos (R$ 90 mil) e uma pensão mensal à família do pastor evangélico João dos Santos Ferreira, morto após sofrer uma intoxicação causada por uma "quentinha" comprada no restaurante. Ao retornar de um encontro da Igreja do Evangelho Quadrangular, em janeiro de 1996, o pastor comprou um churrasco para viagem na Rincão Gaúcho. Horas depois, sentiu náuseas e dores no estômago e foi levado para um hospital. Apesar dos cuidados médicos, morreu dois dias depois.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.