Churrasco de Dia dos Pais deixa um morto e 21 doentes

Um homem morreu, uma mulher grávida continua internada e 20 pessoas procuraram atendimento médico depois do consumo de carne assada e maionese em uma festa na noite de sábado, 12, na Vila Mimosa, em Valinhos. Todos se queixaram dos mesmos sintomas: dor de cabeça, vômito e diarréia. Conforme a diretora de saúde coletiva da cidade, Regina Sterse, a suspeita é de intoxicação alimentar através da bactéria salmonela. A salmonela em geral está presente em ovo cru usado no preparo de maionese caseira. Dependendo do organismo de cada pessoa, pode levar a morte. Segundo Rosicleide Evaristo, que buscou socorro em Valinhos, a confraternização reuniu os membros da família em comemoração ao Dia dos Pais. Eles começaram a passar mal em momentos diferentes. Os familiares residem em Valinhos, Campinas e Sumaré e buscaram atendimento em dias alternados e unidades de saúde diferentes. "Depois dos telefonemas descobrimos que ninguém estava bem", disse.A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as circunstâncias da morte do aposentado Vinício da Cruz, 40 anos, morador na residência onde houve a festa. Ele faleceu depois que foi se deitar. Seu corpo será necropsiado para determinar a causa da morte. Mariana Machado, grávida de cinco meses, continua internada na Santa Casa de Misericórdia de Valinhos e passa bem. As outras vítimas foram medicadas basicamente com soro e antibiótico e liberadas a seguir.A Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária dos municípios encaminharam material colhidos das vítimas para análise ao Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo. O resultado deve sair em dez dias. Também serão analisados ovos e restos de alimentos servidos no churrasco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.