Chuva ajuda a controlar incêndio no Parque do Iguaçu

A chuva que caiu forte em praticamente todo do oeste do Paraná na manhã desta terça-feira, 15, ajudou a apagar o fogo que consumia parte do Parque Nacional do Iguaçu, em Céu Azul, a 555 quilômetros de Curitiba, desde a tarde de sexta feira. Num sobrevôo de helicóptero, técnicos do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) estimaram que cerca de 60 hectares podem ter queimado. A partir de agora, devem ser feitas pericias para tentar identificar a origem do incêndio. No dia 23 de julho, um incêndio nas proximidades consumiu cerca de 40 hectares e, segundo as maiores evidências, teria sido causado por caçadores clandestinos. O maior problema é que essa área tem grande bio-diversidade e é habitada por mamíferos de grande porte, como antas e onças. O parque, que é Patrimonio da Humanidade, tem 185 mil hectares e é uma das últimas áreas de floresta nativa do Paraná.O Corpo de Bombeiros registrou mais de 300 focos de incêndio no estado nos últimos dias, fruto da longa estiagem. A chuva também ajudou a controlar o fogo nos morros Albina e Jaguatirica, ambos em Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba, cobertos pela Mata Atlântica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.