Chuva castiga 14 cidades de SC

Litoral sul e Grande Florianópolis foram as regiões mais atingidas por enchentes e deslizamentos; em Siderópolis, a cabeceira de uma ponte foi destruída

Júlio Castro, O Estado de S. Paulo

19 de janeiro de 2011 | 16h00

FLORIANÓPOLIS - A forte chuva que atingiu Santa Catarina na noite de ontem e madrugada de hoje afetou pelo menos 18 mil pessoas em 14 cidades, segundo balanço da Defesa Civil. Deslizamentos e alagamentos foram registrados na região sul do Estado.

Os maiores danos foram nas cidades de Araranguá, Arroio do Silva, Criciúma, Forquilhinha, Maracajá, Morro da Fumaça, Sombrio e Tubarão, no litoral sul. Na região da Grande Florianópolis, também foram afetados os municípios de Anitápolis, Palhoça e Santo Amaro da Imperatriz, além da capital.

Pelo menos seis famílias ficaram isoladas na comunidade de São Pedro, em Siderópolis, porque a cabeceira da ponte que passa sobre o rio que leva o nome da comunidade foi destruída pela enxurrada. O centro da cidade ficou alagado, com registro de residências completamente cobertas pela água. O comércio local teve que fechar suas portas para fazer o levantamento dos prejuízos ocasionados, também, pela ação de vândalos que, aproveitando-se da situação, fizeram saques nos supermercados atingidos. "Impressionante, foi muita água", comentou Vanio Nava, secretário de Obras.

Em Florianópolis, ocorreram alagamentos nos bairros de Tapera, Carvoeira, Vila Aparecida, Santa Mônica, Rio Tavares, Caieira dos Sacos dos Limões, entre outros. As equipes da Defesa Civil se mantinham em campo até a tarde de hoje prestando atendimento às comunidades. Há registro de famílias que tiveram de deixar suas residências.

A chuva forte começou por volta da 22 horas de ontem e se estendeu pela madrugada. Os maiores volumes registrados foram na capital e em Criciúma. Em Florianópolis, em uma das estações meteorológicas localizada no centro da ilha, o volume de chuva foi de 122 mm, sendo cerca de 88 mm apenas entre 22 e 23 horas de ontem. A média mensal para a cidade é de aproximadamente 170 mm.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.