Chuva causa 23 pontos de alagamentos em São Paulo

A chuva forte que atingiu a capital paulista por cerca de um hora na tarde desta segunda-feira, 27, causou pelo menos 25 pontos de alagamento e complicou o trânsito. Os bairros mais atingidos foram Campo Limpo, Santo Amaro e M´Boi Mirim, na zona sul, e também na Lapa, Butantã e Pinheiros, na zona oeste, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). Toda a cidade foi colocada em estado de atenção, por causa da possibilidade de alagamentos, às 14h40. A pancada intensa, acompanhada de ventos e trovoadas, suspendeu as operações de pouso e decolagens no Aeroporto de Congonhas, na zona sul da cidade, por meia hora, a partir das 15h30. Os trens do metrô também circulavam com a velocidade reduzida. Algumas ruas ficaram sem energia elétrica por alguns minutos, segundo a Eletropaulo, mas a situação já foi normalizada. O túnel do Anhangabaú, no centro da cidade, ficou fechado por 25 minutos, nos dois sentidos, por volta das 16 horas, por causa de um alagamento. Apesar da intensidade da chuva já ter diminuído, os motoristas ainda enfrentavam problemas em diversos pontos por causa do excesso de veículos e reflexo dos alagamentos. Às 17 horas, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrou 120 quilômetros de congestionamento, índice bem acima da média para o horário, que é de 22 km. O pior trecho estava na pista expressa da Marginal do Pinheiros, sentido Interlagos, onde o congestionamento atingiu 10,5 quilômetros, entre as pontes Eusébio Matoso e Transamérica. Na via expressa da Marginal do Tietê, sentido Penha-Lapa, a lentidão era de 7,5 quilômetros, entre as pontes Tatuapé e Casa verde. Já no sentido contrário da Marginal do Tietê, pelas vias local e expressa, o motorista reduzia a velocidade por 7,5 quilômetros.A Defesa Civil Municipal informou que dois barracos desabaram na Favela de Paraisópolis, na zona sul da cidade, e um outro no Campo Limpo. Na Vila Andrade, também na zona sul, e na Casa Verde, zona oeste, dois muros desmoronaram. Já na zona oeste da cidade, parte de uma casa desabou na região do Butantã, sem deixar feridos. Na Lapa, zona oeste, e no Campo Limpo, zona sul, aconteceram dois deslizamentos de terra. Ninguém ficou ferido em nenhuma das ocorrências registradas.Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas para socorrer pessoas ilhadas na região do Butantã, na zona oeste, numa casa na Rua do Símbolo, no Jardim Ampliação. Os bombeiros ainda resgataram passageiros de uma Kombi escolar que ficou ilhada na Rua Delfina Facchina, no bairro Americanópolis, zona sul, por volta das 16 horas. Ninguém ficou ferido. Dos 23 pontos de alagamentos registrados pelo CGE e pela CET, pelo menos quatro ficaram intransitáveis, inclusive na zona sul: Avenida Interlagos, sentido bairro, próximo da Rua Nova York; Avenida Radial Leste, entre as ruas Doutor Fomm e Silva Jardim; Marginal do Pinheiros, sentido da Rodovia Castelo Branco, na altura da Rua Acari e da Ponte João Dias.Matéria ampliada às 18h01

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.