Chuva causa a terceira maior lentidão do ano em São Paulo

A chuva do início da manhã desta quarta-feira,1º, e uma provável greve nas Linhas B e C da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que acabou não acontecendo, causa transtornos aos motoristas. Além dos pontos de alagamentos, o excesso de veículos causa o terceiro maior índice de congestionamento do ano em São Paulo. Segundo medição da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), foram registrados às 9 horas, 160 quilômetros de lentidão, mais que o dobro da média para o horário, de 63 km. Às 8h30, a lentidão havia chegado aos 158 quilômetros.Os pontos mais complicados se encontravam na Radial Leste, da Rua Divinolândia à Praça Roosevelt que estava com mais de 16 quilômetros de lentidão. A Marginal Pinheiros apresentava 12 quilômetros de congestionamento, nas duas pistas expressa sentido Castelo, entre a Avenida Padre José Maria e a Ponte Eusébio Matoso. Não havia registro de acidentes na cidade, de acordo com a CET, apenas um semáforo apagado devido à falta de energia na Avenida do Estado, próximo à Praça Alberto Lion, que atrapalhava o fluxo de veículos no local.AlagamentoA chuva provocou seis pontos de alagamento na cidade de São Paulo nesta manhã.Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), todos os pontos, porém, estavam transitáveis até às 9 horas. Três pontos se encontravam na zona leste da capital. Um deles, na Radial Leste, próximo a Praça Kennedy; outro na Ligação Leste-Oeste, no acesso ao Viaduto Trinta e Um de Março; e o terceiro na Rua da Figueira, no acesso ao Viaduto Antônio Nakashima. Os outros dois estavam localizados na região da Sé. Um nos viadutos Major Quedinho e Jacareí e um na Avenida Vinte e Três de Maio, na região do Detran. AcidenteTrês pessoas morreram e uma ficou gravemente ferida em um acidente na Rodovia Régis Bittencourt na manhã desta quarta-feira na região de Juquitiba, interior de São Paulo.O motorista de um Gol, que trafegava pela pista sentido São Paulo, perdeu o controle da direção e o veículo acabou atravessando a pista, batendo de frente com um caminhão Scania por volta das 6h30 na altura do quilômetro 337.Três pessoas morreram e por volta das 9h30 os corpos permaneciam presos às ferragens do veículo. Uma menina de 14 anos, que acompanhava o motorista do caminhão, ficou ferida e foi encaminhada a um hospital da região.Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o congestionamento no local chegou a 6 quilômetros por volta das 8h30. Às 9h30, a lentidão chegava a menos de 1 quilômetro devido à curiosidade dos motoristas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.