Chuva causa desabamentos e mortes no Rio

Chove forte em todo o Estado do Rio de Janeiro há mais de doze horas. Cinco pessoas morreram no desabamento de uma casa e de um barraco em Olaria, na zona norte, e na região Metropolitana de Niterói. Neste local os bombeiros ainda procuram pessoas que estariam soterradas. A chuva deixa ruas alagadas na capital e na Baixada Fluminense. O temporal teve início ontem à noite.Na serra de Petrópolis o trânsito está interditado no quilômetro 89 devido à queda de uma barreira. Em outros trechos da serra há deslizamento de terra e os carros passam em meia pista. O aeroporto Santos Dumont, que tinha sido reaberto por volta das 8 horas, voltou a ser fechado para decolagens.A Defesa Civil já recebeu mais de trinta chamadas. Em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, o desabamento de outra casa deixou duas pessoas feridas. No bairro do Botafogo (zona sul) a água da chuva chegou a atingir as calçadas e os carros transitavam com dificuldade. Há registro de alagamentos também em Duque de Caixas, na Baixada Fluminense, e de engarrafamento na Avenida Brasil, altura de Manguinhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.