Chuva causa diversos transtornos no estado do Rio

A forte chuva que atingiu alguns municípios do Estado do Rio de Janeiro provocou deslizamentos de terra, alagamento de ruas e susto no mar. O mau tempo no Estado começou na tarde de sábado e perdurou durante todo o Domingo. Dezoito pessoas foram resgatadas nas Ilhas Tijucas e Cagarras, na altura da Barra da Tijuca e Ipanema, porque não conseguiram voltar devido à ressaca do mar. Na Baixada Fluminense, localidades de Duque de Caxias ficaram alagadas e moradores abandonaram suas casas com água pela cintura. Em Petrópolis, a cidade serrana mais atingida, houve 11 quedas de barreiras e duas de muro de contenção.No Rio, o resgate das 18 vítimas ilhadas teve início pela manhã, com a utilização de um helicóptero dos bombeiros. O primeiro salvamento foi nas Ilhas Cagarras, a 4 km da praia de Ipanema (zona sul), de onde foram retiradas quatro pessoas. Em seguida, a aeronave partiu para as Ilhas Tijucas, a 1,5 km da praia da Barra da Tijuca (zona oeste), onde estavam sete pessoas. À tarde, novo chamado para essa ilha e mais sete vítimas foram retiradas do local.Em Laranjeiras, zona sul, técnicos da Defesa Civil foram chamados para vistoriar o prédio de número 65 da rua Pires de Almeida, onde houve queda de barreira. Apesar do susto, o edifício de quatro andares não foi atingido nem esvaziado. A chuva também deixou ilhados no município de Duque de Caxias moradores das localidades de Imbariê, Xerém, Capivari e Santa Cruz da Serra, que não conseguiram sair de casa por causa das ruas alagadas.Serra - Em Petrópolis, o caso mais grave foi a queda de uma barreira na Vila José Pedro Wilbert, no bairro Mosela. A terra derrubou a parede de uma casa, obrigando os quatro moradores a buscar abrigo em residências de parentes. A chuva também fez com que o rio Quitandinha transbordasse, alagando a avenida Coronel Veiga, principal via de acesso à cidade. No alto da serra Rio-Petrópolis, o trânsito ficou em meia pista devido a um deslizamento de terra.Em Teresópolis, também na região serrana, o único incidente que causou mais transtorno foi a queda de uma barreira no Km 99 da serra. O trânsito, normalmente em mão-dupla, ficou interrompido nas duas pistas de 4h30 a 6h40 de domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.