Chuva causa emergência em 10 cidades gaúchas

As chuvas contínuas que atingem o Rio Grande do Sul desde a semana passada já deixaram 1.107 pessoas desabrigadas. A situação mais grave é em Quaraí, onde o rio de mesmo nome estava 11m50 acima do leito normal às 11h da manhã desta quarta-feira.A cheia obrigou 500 moradores a abandonarem suas casas. Dez municípios gaúchos já decretaram estado de emergência e outros seis estão em alerta. De acordo com o secretário especial do Interior, Dirceu Lopes, a situação é "dramática" e está sob controle por ora, mas poderá piorar conforme a intensidade da chuva e dos vendavais.Equipes da Defesa Civil estão fazendo o levantamento dos prejuízos causados e distribuindo cestas básicas, cobertores e colchões. As famílias desabrigadas foram levadas para abrigos provisórios, como ginásios de esportes e centros tradicionalistas (CTGs). Na Região Metropolitana de Porto Alegre a cidade mais atingida é Novo Hamburgo, onde a enchente do Rio dos Sinos deixou cerca de 30 famílias ilhadas. Em Pelotas, no sul do Estado, o nível da água no canal São Gonçalo estava nesta quarta 1m60cm acima do normal, e 120 famílias permaneciam em situação de risco. Decretaram emergência os municípios de Quaraí, São Gabriel, Alegrete, São Francisco de Paula, Riozinho, Gramado Xavier, Dom Pedrito, Rio Pardo, Amaral Ferrador e Lavras do Sul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.