Chuva causa estragos no Paraná

Pancadas fortes de chuva deixaram estragos em várias regiões do Paraná. A chuva pegou de surpresa os foliões que se divertiam em Ponta Grossa, a 120 quilômetros de Curitiba. Uma tenda armada pela prefeitura, onde cerca de 3 mil pessoas brincavam, a maioria crianças, desabou com a força da água e do vento, que, segundo o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), chegou a 65 quilômetros por hora.Houve tumulto e dez pessoas precisaram de atendimento médico, em razão do susto. Todas foram medicadas e liberadas imediatamente. O vento também derrubou os palanques montados para o desfile das escolas de samba e destelhou parte dos pontos de ônibus. Segundo o Corpo de Bombeiros ninguém ficou desabrigado. Em Maringá, no norte do Paraná, a chuva também provocou estragos.Em Curitiba, 36 equipes da Companhia Paranaense de Energia (Copel) , além de funcionários da prefeitura trabalham para diminuir os estragos. No momento do temporal, no fim da tarde de ontem, várias árvores caíram e galhos se quebraram. Segundo a Copel, 13 linhas de transmissão tiveram problemas, deixando 15 bairros sem luz. Nesta tarde, seis ainda têm dificuldades com a energia. Não houve feridos nem desabrigados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.