Chuva causa lentidão e trânsito chega a 141 km na capital

O trânsito na capital paulista era complicado na manhã desta sexta-feira, 27, quando São Paulo registrou índice de congestionamento de 141 quilômetros às 8h30, índice muito superior à média para o horário, que é de 88 quilômetros. A maior lentidão registrada numa manhã deste ano aconteceu no dia 2 de março, quando às 8h30 o engarrafamento chegou a 161 quilômetros. As duas pistas sentido Castelo Branco da Marginal do Tietê continuam com os piores trechos de lentidão, chegando a 13 quilômetros na pista expressa, entre o viaduto Imigrante Nordestino até a Rua Milton Rodrigues, e a quase 11 quilômetros de morosidade na local, indo da ponte Aricanduva até a ponte da Casa Verde.Parte do trânsito era formado por conta dos pontos de alagamento causados pela forte chuva que caiu em São Paulo desde a noite de quinta-feira, 26. Por volta das 8 horas, havia quatro pontos de alagamentos transitáveis na cidade.Dois pontos estavam nos dois sentidos da Avenida Robert Kennedy, um próximo à Rua Judith Santos Rosatti e outro perto da Avenida Alcindo Ferreira. Os outros dois trechos se localizavam na Avenida Maestro Chiaffarelli em na Avenida Almirante Delamare.AcidentesTrês acidentes deixaram um motociclista morto e cinco feridos. Por volta das 4 horas, duas lotações, uma viatura da polícia militar e uma motocicleta se envolveram em um acidente na Avenida Guarapiranga, que matou o motociclista e deixou outras três pessoas feridas. Às 8h30, os veículos ocupavam a faixa da direita da via, deixando lento o trânsito local.Na Marginal do Pinheiros, dois veículos de passeio capotaram na pista sentido Interlagos, próximo à ponte do Morumbi e permaneciam no local, ocupando a faixa da direita e o acostamento; uma pessoa ficou ferida. Outro acidente envolvendo dois veículos aconteceu por volta das 7h30, na rodovia dos Imigrantes, próximo ao viaduto Mateus Torloni.Texto ampliado às 8h59 para acréscimo de informações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.