Chuva de granizo causa transtornos em Sorocaba

Um temporal acompanhado de granizo destruiu o telhado de 41 casas no final da tarde de terça-feira, 20, em Sorocaba, a 92 km de São Paulo. Duas casas que também foram alagadas permaneciam interditadas nesta quarta. O Corpo de Bombeiros registrou a queda de 23 árvores na cidade. Pelo menos cinco veículos tiveram pára-brisas quebrados e a lataria amassada pelas pedras de gelo. Um bando de garças que se abrigam nas árvores do Zoológico Municipal Quinzinho de Barros foi atingido pelo granizo, matando 17 delas. Outros animais do zôo não foram atingidos. O gelo formou camadas de até 40 centímetros em várias ruas do bairro Jardim Gutierres, um dos mais afetados. O vento forte arrancou placas de sinalização e de publicidade ao longo da Rodovia Castelo Branco. Em Boituva, a antena parabólica de uma praça de pedágio foi arremessada a mais de 300 metros. Duas torres de telefonia celular vergaram com a força do vento. Matéria alterada às 18h36 para acréscimo de informações

Agencia Estado,

21 Fevereiro 2007 | 13h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.