estadao.com.br
estadao.com.br

Chuva deixa 19 mortos, 483 mil desabrigados e cidades ilhadas

Seis Estados do Norte e Nordeste são atingidos pelas chuvas; prédio desaba na Bahia e deixa três feridos

da Redação, estadao.com.br

06 de maio de 2009 | 10h36

A situação das cidades do Nordeste está crítica por causa das chuvas na região. São mais de 483 mil desabrigados ou desalojados e 19 mortos no Maranhão, Ceará e Piauí. Ao todo, nesses três Estados e no Piauí, Pará e Amazonas, 266 municípios foram mais gravemente atingidos. Boa parte deles já decretou estado de emergência. Há centenas de quilômetros de estradas federais e estaduais danificadas. No Maranhão, na BR-316, principal ligação com o Norte, o Exército improvisa balsas para que os veículos possam passar sobre as águas, porque uma das pontes foi levada pela enxurrada.

 

Nesta quarta, a situação se agravou no Ceará, onde moradores de São Gonçalo do Amarante ficaram ilhados por causa das chuvas. Uma equipe da Defesa Civil foi deslocada até a cidade para resgatar as vítimas das chuvas e levar os moradores a um abrigo.

 

Veja também:

linkNordeste e Norte do País voltam a ter chuva forte

linkVai a 172 total de cidades afetadas pela estiagem no RS

linkQueda de árvores bate recorde em São Paulo

especialConfira a previsão do tempo para sua cidade 

 

O governo do Maranhão confirmou a 8ª morte no Estado por causa das chuvas. Na noite da terça, o corpo de uma vítima foi localizado pela Defesa Civil. No Ceará, são 169.157 atingidos pelas chuvas. Sete pessoas morreram e 134 ficaram feridas e mais de 30 mil desabrigados ou desalojados. No Piauí, são 47.820 pessoas afetadas em pelo menos 25 cidades, segundo balanço da Defesa Civil Estadual. Não há registro de mortes por conta das inundações.

 

Bahia

 

A chuva que cai desde sábado na região metropolitana de Salvador deu uma trégua na manhã desta quarta, mas os efeitos da água acumulada no solo continuam sendo sentidos. Durante a madrugada, um prédio recém-inaugurado, de sete pavimentos, construído em uma encosta no bairro de Pernambués, ruiu. No local, havia três pessoas - todas da família do proprietário do imóvel -, que ficaram feridas e foram levadas para o Hospital Geral do Estado.

 

No início da manhã, foram retomadas as buscas pelo corpo de um jovem, de 20 anos, que foi soterrado pelos escombros de um imóvel atingido por um deslizamento de terra no bairro de Pirajá. Os corpos dos dois outros homens, de 20 e 22 anos, que estavam no local foram localizados na tarde de segunda.

 

Além disso, o Corpo de Bombeiros reiniciou as buscas pela mulher e sua filha, de 6 anos, que foram arrastadas pela correnteza no córrego da Avenida San Martin. Apesar do céu parcialmente nublado da manhã desta quarta em Salvador, a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é que volte a chover na cidade, ao longo do dia.

 

Texto ampliado às 12h58 para acréscimo de informações. 

 

(Com informações de Solange Spigliatti, da Central de Notícias, e Tiago Décimo, de O Estado de S. Paulo)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.