Chuva deixa 6 mortos e um bebê desaparecido em Recife

No interior, equipes dos bombeiros foram acionados e disseram haver outro deslizamento

Ricardo Valota, do estadão.com.br

18 de junho de 2010 | 06h13

SÃO PAULO - A forte chuva que atingiu a capital pernambucana na quinta-feira, 17, havia deixado, até às 5h30 desta sexta-feira, 18, um saldo de seis pessoas mortas e uma desaparecida segundo o Corpo de Bombeiros.

 

Duas casas, construídas em locais de risco, foram atingidas por deslizamentos de terra. Num deles, às 21h30, junto ao Córrego do Sargento, na zona norte da cidade, morreram as irmãs Cristiane de Andrade Costa, de 12 anos, Luana Marques da Fonseca, 5, e Eduarda de Andrade Costa, 3. Os pais dela estavam desaparecidos, mas foram retirados dos escombros já mortos.

 

O primeiro deslizamento ocorreu às 17h15, na Rua Tancredo Neves, no bairro Dois Unidos, pai e filho foram soterrados. A criança, de 7 meses de idade, continua sob os escombros, mas o pai dela, segundo os bombeiros, ao ser encontrado, já estava morto.

 

Interior

 

Às 3h45 várias equipes dos bombeiros foram acionados para a cidade de Catende (PE), a 140 quilômetros da capital, onde, segundo a corporação, outro deslizamento havia deixado mais vítimas. Até às 5h30 os bombeiros não sabiam informar mais detalhes.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvasRecifemortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.