Chuva deixa carros submersos em São José dos Campos

A chuva que durou apenas 50 minutos na tarde desta sexta causou estragos na zona sul e na região central de São José dos Campos. Rapidamente a água subiu cerca de quatro metros e os pedestres tiveram que se abrigar nas casas, prédios e lojas. Motoristas apavorados abandonaram os carros na rua Turquia e os veículos desapareceram sob a água. "Eu achei que conseguiria passar por uma poça, mas quando tentei o motor falhou e tivemos que sair correndo", contou o técnico Marcelo Ramalho, que estava com a mulher e a filha no veículo.Os bombeiros usaram botes para salvar as pessoas que estavam na rua "Tivemos muito trabalho principalmente para acalmar as vítimas, mas ninguém ficou ferido", disseram os bombeiros.A forte chuva atingiu também as avenidas "Nelson D´Ávila" e "Jorge Zarur", onde o trânsito ficou caótico. Na rua Euclides Miragaia as pessoas foram obrigadas a enfrentar um grande alagamento.Segundo a Defesa Civil o volume de chuvas chegou a 60 milímetros, o que representa mais de um terço da quantidade de chuva em um mês. "Normalmente em um mês chove 160 milímetros", disse o chefe da Defesa Civil do município, Toshimtsu Fujita. "Ainda não temos idéia de quantos bairros foram atingidos. Sabemos que ninguém até agora ficou desalojado", completou.Em uma loja de piscinas na região central a água foi tanta que subiu a dois metros, sujando todo material. Em um hotel de luxo a cena foi triste. Em uma garagem subterrânea pelo menos 25 carros ficaram submersos. Os hóspedes se assustaram com tanta água, que teve que ser retirada com a ajuda de caminhão-bomba. Documentos do hotel que estavam no subsolo também foram perdidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.