Chuva deixa SP em estado de alerta

Desde às 2h00 da madrugada, a cidade está em estado de alerta por causa das chuvas que estão provocando danos em várias regiões. Há quedas de árvores, alagamentos e até mesmo o desabamento de uma residência na zona sul. Pouco depois de 1h00, uma árvore caiu à altura do número 126 da Av. Padre Amós Connor, no Tremembé, zona norte. Na zona oeste, a Defesa Civil foi acionada por causa de uma outra árvore caiu na esquina da Rua Cristiano Viana com a Rua Teodoro Sampaio, em Pinheiros. Uma ponte para uso de pedestres, sobre o córrego Moro Grande, numa travessa da Av. Cupecê, na Zona Sul, ficou abalada e corre o risco de ser levada pelas águas. Na mesma região da cidade, ocorreu a queda de parte de uma construção na Rua Chimarrão, no Campo Limpo. Não houve vítimas. Na zona norte, as águas arrastaram para a pista, à altura do número 5.000 da Av. Raimundo Pereira de Magalhães, grande quantidade de pedras de uma pedreira. Funcionários da Administração Regional seguiram para lá, para tentar limpar a via, cujo trafego ficou interrompido. A casa de número 347 da Rua São Pedro do Sul, no Jabaquara, desabou, às 2h20. Também nessa ocorrência não houve vítimas. O CGE -Centro de Gerenciamento de Emergências registrou pontos de alagamento, à 1h40, na faixa direita da Av. Guarapiranga, próximo à Rua José Rafaeli, no sentido bairro-centro está alagada, mas é possível transitar. Já a Av. Washington Luis, perto do viaduto de mesmo nome, no sentido centro-bairro, faixa da esquerda, ficou intransitável, às 3h20. No mesmo horário, mas na Av. Rubem Berta, a faixa da esquerda ficou intransitável à altura do viaduto João Julião da Costa Aguiar. A faixa da direita da Marginal Tietê, 400 metros depois do Cebolão, no sentido centro-bairro, também teve tráfego impedido, em conseqüência do alagamento, pouco depois das 4h00.O mesmo ocorreu na Marginal do Pinheiros, a 500 metros do Cebolão, na faixa direita, sentido da Castelo Branco a Interlagos, na pista local. Na mesma via, próximo à Raia Olímpica, da Cidade Universitária, também tem alagamento, mas o trecho está transitável. O mesmo não ocorreu na pista expressa dessa Marginal, a 100 metros da Ponte Ary Torres. Esse trecho está intransitável, desde às 4h20. Na zona sul, a faixa da direita da Av. Vereador José Diniz, à altura da Av. Água Espraiada, no sentido Interlagos-Centro, está interditada. Além disso, a ligação Leste-Oeste, perto do Viaduto Glicério, no sentido Penha-Lapa, está alagada, mas é possível transitar pelo local. As faixas central e direita da Rua 25 de Março, entre a Ladeira Porto Geral e da Constituição também há alagamento e o tráfego está interrompido. Já na Av. Aricanduva, em ambos os sentidos, há alagamento, mas os veículo conseguem trafegar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.