Chuva deixa SP em estado de atenção e fecha Congonhas

As fortes chuvas que atingiam São Paulo na tarde deste sábado, 21, levou o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura a decretar estado de atenção no centro, nas zonas norte e leste, e nas regiões sudeste da Marginal do Tietê, a partir das 15h23. O Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista, ficou fechado por quase 40 minutos, teve as operações suspensas às 16h13 e retomadas às 16h39, por conta do temporal que atingiu a região. A Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) suspendeu os pousos e decolagens por medida de segurança, uma vez que a lâmina de água na pista principal ultrapassou os três milímetros. Segundo a Infraero, até o horário de fechamento, 12 dos 173 vôos programados para este sábado sofreram atrasos superiores a 45 minutos, e oito foram cancelados. De acordo com o CGE, nas próximas horas, poderia cair granizo no centro, e nos bairros da zona leste e do sudeste da capital. Por conta da forte chuva, a pista expressa da Radial Leste, na altura do Rua Silva Jardim, estava intransitável por volta das 16 horas, em ambos os sentidos. Três pontos estavam intransitáveis na cidade às 16h45: a Avenida 23 de Maio, próximo ao Viaduto General Euclides de Figueiredo; e dois na Marginal do Pinheiros, na altura das ruas Acari e Flórida, no sentido da Rodovia Castelo Branco. Texto ampliado às 17h04 para acréscimo de informações.

Agencia Estado,

21 Abril 2007 | 16h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.