Chuva derruba ponte e abre cratera na BR-494, em Minas

Motoristas precisam fazer um desvio que aumenta viagem em 60 km; estrada é acesso à rodovia Fernão Dias

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

21 de dezembro de 2008 | 17h52

As fortes chuvas que atingiram o Estado de Minas Gerais derrubaram parte de uma ponte e interromperam o tráfego na BR-494, num trecho de cerca de 35 quilômetros, entre Carmo da Mata e Oliveira, neste domingo, 21. Os motoristas precisam fazer um desvio, que aumenta a viagem em 60 quilômetros. A estrada é um dos principais acessos da região à rodovia Fernão Dias. Veja também: Chuvas provocam 13ª morte em Minas Gerais De acordo com o Batalhão de Polícia Militar Rodoviária, que cuida da estrada, o córrego subiu quase cinco metros e a água levou parte da cabeceira da ponte, deixando uma cratera de quase sete metros de profundidade. A previsão do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit) é que as obras fiquem prontas em 40 dias, se o tempo ajudar. Nesse período, o único acesso é pelo município de Cláudio.  O último boletim divulgado pela Defesa Civil neste domingo, dá conta de que desde setembro, quando começou a temporada de chuvas, 30 pontes foram destruídas e seis ficaram danificadas. Até este domingo, o Estado contabilizou 13 mortes e mais de 32 mil desabrigados e desalojados. Desde setembro, 43 cidades decretaram situação de emergência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.