Chuva deu trégua ao Rio, mas ainda houve acidente nesta 3ª

As chuvas dos últimos dias provocaram mais umacidente na Região Serrana. O operário Juniard dos Santos, de 22 anos, ficou soterradopor uma hora nesta terça-feira de manhã, no bairro de São Geraldo, em Nova Friburgo.De acordo com informações do Hospital Raul Sertã, onde foi socorrido, o operário passa bem. ADefesa Civil Estadual informou que, desde o início de janeiro, os temporais já deixaram1.881 desabrigados e 26 mortos em 19 dos 92 municípios do Estado.Petrópolis, na Região Serrana, foi o que registrou o maior número de mortes: 17. Santos e mais um operário trabalhavam no loteamento Santa Bernadete, que faz partedo bairro São Geraldo. Eles cavavam um buraco para a construção de um muro decontenção, quando o barranco cedeu. De acordo com os bombeiros, a terra está úmidaem função da chuva fina que cai na cidade.O sargento Joílson Jardim, que participou dosalvamento, disse que apenas Santos ficou soterrado ?com lama até o pescoço.? Depois do temporal do fim de semana, a chuva deu uma trégua no Rio. A Defesa Civil municipal registrou nesta terça-feira 27 ocorrências sem gravidade.Na madrugada desta terça, a Estrada da Grota Funda, zona oeste, que estava parcialmente interditada há três dias por causa da queda de barreiras, já foi liberada. De acordo com o coordenador da Defesa Civil municipal, coronel João Carlos Mariano, o bairro mais atingido foi Campo Grande, zona oeste, mas não há desabrigados.Na favela de Rio das Pedras, em Jacarepaguá, zona oeste, um prédio de quatro andares ameaçava desabar nesta terça. A defesa Civil esteve no local, isolou a área e os 18 moradores tiveram que deixar o prédio. De acordo com o Coronel Mariano, houve ruptura dos pilares de sustentação. O trabalho de escoramento do prédio começou nesta terça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.