Chuva deve continuar em SC e frente fria chega domingo

Apesar da melhora na previsão, o alerta ainda está mantido devido aos ricos de desabamentos

Agência Brasil,

27 de novembro de 2008 | 17h56

A chuva deve continuar atingido a região do Vale do Itajaí, no leste de Santa Catarina, nos próximos dias. A previsão é do 8º Distrito de Meteorologia, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), responsável pela previsão do tempo na região sul do País. "A tendência é que as chuvas continuem até sexta e que ocorra uma nova frente fria entre domingo e segunda-feira. A melhora se dará de forma gradativa", disse o meteorologista Flávio Varone.   Veja também: Saiba como ajudar as vítimas da chuva Empresária pára fábrica e dá gerador a hospital Mais de 60 mil casas continuam sem luz Tragédia em Santa Catarina  Blog: envie seu relato sobre as chuvas  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Tudo sobre as vítimas das chuvas      De acordo com Varone o clima só deve se estabilizar por volta do dia 5 de dezembro. Até lá, a previsão é de dias chuvosos intercalados com dias de tempo seco. As fortes chuvas, que há cerca de dois meses castigam o Vale do Itajaí, causaram grandes estragos em todo o Estado.   Apesar da previsão da melhora no tempo, os riscos de novos alagamentos e desabamentos em decorrência dos temporais do fim de semana fez a Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec) manter o estado de alerta na região.   "A preocupação é muito mais pela situação em que está a região do que pelo que vai acontecer", disse o meteorologista Olívio Bahia do Sacramento Neto, do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). "A área está crítica, com muitos locais alagados. As encostas também estão bastante encharcadas, então acredito que o padrão do alerta foi mantido para que a população não volte para as áreas de risco", afirma o meteorologista.   Em contraste com as enchentes registradas no litoral catarinense, o Rio Grande do Sul teve chuvas abaixo da média em novembro. Na média entre 13 estações de medição do Instituto Nacional de Meteorologia, a precipitação acumulada até a terceira semana do mês ficou 60% abaixo do padrão, informou hoje a Emater. Em São Luiz Gonzaga, no noroeste, foram apenas 13 milímetros de chuva, ante uma média de 154 milímetros nesse período. Da mesma forma, Santa Vitória do Palmar, no sul, teve 10 milímetros, para um volume esperado de 85.   Texto ampliado às 18h52 para acréscimo de informações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.