Chuva deve melhorar qualidade do ar na capital

O Instituto Nacional de Meteorologia registrou hoje mínima de 19,8 e máxima de 31,8 graus, com umidade relativa do ar de 38% às 16 horas. A grande massa de ar quente vai continuar sobre o Estado de São Paulo, mas amanhã a umidade aumenta por causa da aproximação da frente fria que conseguiu vencer o bloqueio atmosférico na Região Sul.A Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) registrou novamente má qualidade do ar na Mooca por alta concentração de ozônio. O ar esteve inadequado pelo mesmo poluente, só que em menor quantidade, em Santana, na Freguesia do Ó e na cidade de São Caetano. Apenas as regiões de Cerqueira César e Congonhas apresentaram boa classificação. As demais estações medidoras da Cetesb na região metropolitana apresentaram qualidade regular.Segundo a Climatempo, as nuvens ficam mais carregadas durante a tarde e chove a partir do interior paulista, onde a máxima chega a 34 graus. Na capital e no litoral, ocorrem pancadas isoladas só no fim do dia, melhorando a qualidade do ar. A previsão é de temperaturas entre 17 e 31 graus nessas áreas.Na quinta-feira, espera-se sol e muitas nuvens, com fortes pancadas de chuva e trovoadas a partir da tarde no Estado. De sexta-feira em diante, sol forte e chuvas de verão à tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.