Chuva diminui mas deixa 11 pontos de alagamento em SP

A chuva já diminuiu em boa parte da capital paulista, com exceção da zona leste. Mesmo assim, o Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura (CGE) decretou estado de atenção em todas as regiões da cidade, menos na zona sul. A Defesa Civil de São Paulo colocou em atenção, às 16h25, as subprefeituras de Aricanduva/Formosa, Penha, Itaquera, São Mateus e Vila Prudente, na zona leste, onde a chuva continua forte. De acordo com o CGE, a cidade já registra 11 pontos de alagamento, sendo dois intransitáveis, ambos na zona oeste. Um deles está na Marginal do Pinheiros, entre a Avenida da Escola Politécnica e a Ponte Cidade Universitária, no sentido Interlagos. O outro ponto intransitável está na Avenida Brasil, na altura da Avenida Rebouças, sentido Sumaré.Na Grande São Paulo, a chuva é leve nos municípios de Barueri, Carapicuíba, Osasco, Santana do Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus e Cajamar.ÁrvoresPelo menos duas árvores caíram e houve dois pedidos de socorro a pessoas ilhadas, durante o temporal. Na zona sul, uma árvore caiu na altura do número 2000 da Avenida Giovanni Gronchi, na região do Morumbi. Outra árvore caiu sobre um carro, sem deixar feridos, na Rua José Viriato de Castro, 63, na região do Butantã. O Corpo de Bombeiros foi acionado para socorrer pessoas ilhadas em suas casas e em estabelecimentos comerciais na Rua Poetisa Colombina, 166 e também na Rua Augusto Perrone, 440, na região do Butantã. Queda de energiaQuatro ruas do Butantã, na zona oeste, três ruas do Morumbi e duas ruas do Real Parque, na zona sul, estão em energia desde as 16 horas. De acordo com a assessoria de imprensa da AES Eletropaulo, o sistema deve ser restabelecido até as 18 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.