Chuva e granizo danificam casas no RS

A chuva e o granizo, acompanhados de ventos de 80 km/hora na madrugada de hoje provocaram prejuízos em pelo menos três municípios do interior do Rio Grande do Sul. Soledade, a 180 km de Porto Alegre, foi o mais atingido, com 500 casas danificadas, principalmente seus telhados, levados pela força do vento. O prefeito Hélio Antônio Loddi (PMDB) decretou situação de emergência e está providenciando lonas para os proprietários das residências atingidas. Em Porto Alegre algumas ruas alagadas ficaram alagadas, mas nada de mais grave aconteceu. Em Espumoso a situação não era diferente, também com casas destelhadas, assim como o recém-emancipado município de Tio Hugo, que vai decretar situação de emergência.Estradas - O temporal também provocou a interdição de estradas como a RS-395, em Cotiporã, por causa da cheia do Rio das Antas. Já a RS-470 está interrompida no km 97, entre Bento Gonçalves e Veranópolis, por causa de uma queda de barreira. O tráfego deverá ficar bloqueado de três a quatro dias para que o Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer) faça os consertos necessários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.