Chuva e vento destroem telhados antes da chegada do frio ao RS

O choque de uma frente fria vinda da Argentina com uma massa de ar quente que estava sobre o Estado provocou um dia de chuva intensa, vento forte e até granizo em todas as regiões do Rio Grande do Sul, nesta quinta-feira. Em Passo Fundo, no noroeste, uma casa foi destruída por um raio e outras 20 tiveram suas telhas arrancadas pelo vento. Algumas árvores caíram sobre ruas e ocorreram alagamentos na zona urbana. Apesar dos estragos do temporal, ninguém ficou ferido.Outras cidades que enfrentaram transtornos foram Encruzilhada do Sul e Pantano Grande, na região central, onde houve ocorrência de granizo. Em Porto Alegre, a chuva forte impediu que a procissão de Corpus Christi fosse feita pelas ruas centrais da cidade.NeveA previsão da Rede de Estações de Climatologia Urbana de São Leopoldo indica que a movimentação da massa de ar polar fará a temperatura cair nesta sexta-feira. Durante a noite e na madrugada de sábado haverá condições favoráveis à queda de neve nas zonas mais altas das serras gaúcha e catarinense, em municípios como Bom Jesus, São Francisco de Paula, São José dos Ausentes, Cambará do Sul e São Joaquim. A possibilidade é pequena, no entanto, em cidades turísticas como Gramado e Canela.A sensação térmica pode chegar a dez graus negativos nos Aparados da Serra, avisa o meteorologista Eugênio Hackbart. No final de semana, os dias serão ensolarados, mas o frio não vai embora. Na madrugada de domingo os termômetros podem marcar até seis graus negativos.

Agencia Estado,

10 de junho de 2004 | 17h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.