Júlio Castro/AE
Júlio Castro/AE

Chuva em Santa Catarina mata 1ª vítima e coloca 14 municípios em situação de emergência

Segundo informações da Defesa Civil, mais de 18 mil pessoas estão desalojadas e mais de mil estão desabrigadas no Estado

João Paulo Carvalho e Pedro da Rocha, estadão.com.br

08 Setembro 2011 | 18h51

SÃO PAULO - A Defesa Civil de Santa Catarina informou que uma pessoa morreu no município de Guabiruba, em consequência das chuvas. Valdemiro Carminatti, de 66 anos, estava trabalhando no telhado de sua casa, na Rua São Pedro, no centro da cidade, quando este desabou.

 

O mau tempo em todo o Estado já fez com que 14 municípios decretassem situação de emergência. São 18.409 desalojados (pessoas que estão em casas de amigos e parentes) e 1.314 desabrigados (aquelas que perderam suas casas). Ao todo, 499.903 pessoas foram afetadas pela chuva.

 

Ainda de acordo com a Defesa Civil, 48 cidades sofreram algum dano provocado pela chuva. Uma das mais atingidas é Blumenau, com 15 mil desalojados e 280 mil afetados, seguida de Brusque, com 105 mil afetados.

 

As 14 cidades que estão em situação de emergência desde o começo da noite desta quinta-feira, 9, são Angelina, Bocaina do Sul, Brusque, Caçador, Correia Pinto, Ituporanga, Leoberto Leal, José Boiteux, Navegantes, Pouso Redondo, Rio das Antas, Rio dos Cedros, Tijucas e Witmarsum.

 

Rodovias. Por conta da chuva, que provocou deslizamentos de terra, várias rodovias estaduais e federais tiveram trechos totalmente interditados

Entre elas a BR 470. No Km 114 há risco iminente de queda de barreira, com precipitação atingindo o acostamento.

 

Na BR 282, em vários pontos, existem quedas de barreiras que estão atingindo parte do acostamento.

Na BR 280 Km 91 e 93, o trânsito está totalmente interrompido devido a queda de barreiras. Não há previsão de liberação.

 

Na BR 116 no Km 99,5, (Monte Castelo), encontra-se com inundação , com cerca de 30 centímetros de lâmina de água sobre a pista numa extensão de aproximadamente 50 metros de comprimento, o local esta sendo sinalizado pela Auto pista Planalto Sul,o trânsito flui lentamente no local.

 

Na BR 116 Km 304,8 (Serra do Pelotas) risco iminente de queda de barreira, com precipitação já atingindo o acostamento.

 

Texto atualizado às 01h17 para acréscimo de informação

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.