Fabio Motta/AE
Fabio Motta/AE

Chuva em SP provoca atrasos em voos nos aeroportos do Rio

No Santos Dumont, 23 voos foram cancelados até o início da noite e houve atrasos de mais de seis horas

Talita Figueiredo, de O Estado de S. Paulo,

08 de setembro de 2009 | 18h52

O temporal que atingiu São Paulo nesta terça-feira, 8, provocou atrasos e cancelamentos de voos nos aeroportos do Rio. Durante todo o dia, no Santos Dumont, que fica no centro da cidade e é responsável pela maior parte dos voos da ponte aérea, houve longas filas no setor de embarque. Vinte e três voos foram cancelados até o início da noite e houve atrasos de mais de seis horas. No Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, também houve atrasos e cancelamentos, mas em menor proporção.

 

Veja também:

mais imagens GALERIA: Imagens da chuva e do caos em SP nesta terça

especial ATENÇÃO: Saiba quais são os pontos de alagamento

blog BLOG: Acompanhe a situação do trânsito na cidade

forum FÓRUM: Você teve problemas para fazer ligações?

lista COMENTE: Twitter do estadao.com.br

 

O casal de professores de Educação Física, Eduardo Kitaka, de 28 anos, e Renata Moreira, de 29 anos, não conseguiu ontem embarcar de volta para Curitiba. Eles passaram o feriado no Rio, onde Kitaka participou da Meia Maratona Internacional. Ao chegar ao aeroporto Santos Dumont, o casal descobriu que a aeronave da TAM que viria de São Paulo e os levaria de volta para casa não conseguiu chegar ao Rio. O voo foi cancelado.

 

"A sorte é que temos amigos aqui e não vamos precisar pagar mais uma noite de hotel. Ainda assim é um transtorno, porque tivemos que ligar para nossos trabalhos e dizer que só conseguiremos chegar amanhã à noite", contou Renata. No fim da tarde de ontem, Marcelo Cardoso,de 38 anos, ainda tentava embarcar para São Paulo, de onde pegariam uma conexão para Uberlândia (MG). Esta terça era seu primeiro dia de férias e ele iria visitar a família. "O problema é que estou aqui há mais de duas horas sem saber se o voo vai partir ou não", disse.

 

A mineira Denise Cecin, de 43 anos, também esperava a mesma conexão. "Pior é que só tem um voo de São Paulo para Uberlândia. Não adianta nada eu sair daqui e ficar presa no aeroporto de São Paulo sem conexão para casa. Até agora ninguém dá informações concretas, porque os aeroportos de São Paulo ainda estão com problemas", reclamou. O gerente de vendas Carlos Martins, de 44 anos, conseguiu chegar ao Rio às 8h de ontem, antes da piora do tempo em São Paulo. "Nem sabia que estava ruim assim, porque passei o dia em reunião no Rio. Tenho que voltar para casa e vou aguardar até o aeroporto fechar", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.