Chuva faz 5 cidades de SC decretarem situação de emergência

Nos municípios de Romelândia, Galvão, Marema, Santa Terezinha do Progresso e Lageado Grande casas foram danificadas, serviços públicos prejudicados e moradores estão desalojados

Carolina Spillari, do estadão.com.br,

22 de junho de 2011 | 23h31

SÃO PAULO - Cinco municípios decretaram situação de emergência nesta quarta-feira, 22, em Santa Catarina, por causa das chuvas e fortes ventos no oeste do Estado. Foram atingidas as cidades de Romelândia, Galvão, Marema, Santa Terezinha do Progresso e Lageado Grande, conforme a Defesa Civil.

 

Até as 16 horas desta quarta-feira, Chapecó registrou precipitação de 140 mm, considerada alta. Cerca de 40 casas sofreram inundação nos bairros de Eldorado, Lajeado São Jose, Tiago, Marechal Bormann, Santa Luzia, São Pedro, Palmital, Santa Maria, Jardim do Lago e centro.

 

Em Saudades, 1.100 moradores foram afetados pela enxurrada. Ficaram desalojadas 30 pessoas. Ao todo, 12 residências foram danificadas. Os sistemas de água, transporte e comunicação estão prejudicados. Em Romelândia, 930 pessoas foram afetadas e uma ficou desalojada.

 

Em Galvão, a população afetada chega a 800. Outras 100 pessoas ficaram desalojadas e 12 desabrigadas. Também foram destelhadas 200 residências. A cidade enfrentou problemas no fornecimento de água, energia, transporte e no sistema de comunicação.

 

Marema registrou 2.203 moradores prejudicados, sendo 78 desalojados e 25 desabrigados. Cento e cinco casas foram danificadas.

 

Segundo a Defesa Civil, as cidades de Santa Terezinha do Progresso, Planalto Alegre, Lageado Grande e Caxambu do Sul também informaram prejuízos. As equipes fazem levantamento das ocorrências.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.