Chuva faz açude transbordar e alaga Universidade Federal do Ceará

Equipes da Defesa Civil do Estado foram enviadas ao local; universidade ainda não avaliou prejuízos

texto atualizado às 18h38

27 Março 2012 | 16h20

São Paulo, 27 - A Universidade Federal do Ceará (UFC), em Fortaleza, está alagada desde a manhã desta terça-feira, 27, em função da grande quantidade de chuvas que fez o açude Santo Anastácio, localizado no interior da instituição, transbordar.

Segundo a instituição, o lixo e o mato carregados pela água do açude obstruíram as vias pelas quais o fluxo escoa. Membros da prefeitura do Câmpus do Pici e alunos do Centro de Ciências Agrárias estão realizando o trabalho de desobstrução destas vias.

Equipes da Defesa Civil do Estado foram enviadas ao local, mas ainda não há informações a respeito da atual situação do câmpus. Segundo uma nota divulgada no site da universidade, Francisco José de Abreu Machado, prefeito do Câmpus do Pici, diz que ainda não é possível avaliar os prejuízos.

O Corpo de Bombeiros do Ceará calcula que apenas nas últimas 24 horas choveu cerca de 200 milímetros em toda a cidade e a precipitação ainda não parou. Fortaleza só chegou a registrar essa quantidade de chuva em 1974.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.