Chuva faz Porto de Paranaguá suspender navegação noturna

Bóias de sinalização se deslocaram com temporais; objetos devem ser repostos quando condição melhorar

Evandro Fadel, O Estado de S.Paulo

26 de novembro de 2008 | 18h02

As chuvas que atingiram de forma mais grave o Estado de Santa Catarina também têm trazido transtornos para o litoral paranaense. A navegação marítima noturna no Porto de Paranaguá está suspensa temporariamente pela Capitania dos Portos do Paraná, em razão do deslocamento de duas bóias de sinalização do Canal da Galheta, principal acesso ao cais tanto de Paranaguá quanto de Antonina. A expectativa era de que as bóias pudessem ser reposicionadas ontem, mas as péssimas condições do tempo não permitiram.       Veja também: Pedro Britto vai a SC avaliar estragos no Porto de Itajaí Lula sobrevoa áreas atingidas nesta quarta Temporão anuncia R$ 100 milhões para medida de socorro BRs-376 e 101 são parcialmente liberadas População pode consumir água de piscinas Cerca de 80 mil imóveis continuam sem luz Chuva deve continuar até sexta-feira Banco do Brasil anuncia ajuda a clientes de Santa Catarina Força Nacional de Segurança segue nesta tarde para SC Defesa Civil abre conta para doações Tragédia em Santa Catarina  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Número de vítimas deve subir  Para governador, será preciso muito recurso  Morador de Blumenau relata a situação         No fim de semana, a bóia número 4 foi arrastada até a praia de Matinhos, enquanto a número 5 deslocou-se na terça-feira e ainda não foi encontrada. De acordo com informe da Diretoria Técnica da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), o trabalho de reposição depende unicamente das condições do mar. A Appa é responsável pela manutenção e bom funcionamento das 69 bóias que sinalizam o trecho navegável do Canal da Galheta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.