Chuva faz prefeitura de Salvador cancelar as aulas mais uma vez

Chuva faz prefeitura de Salvador cancelar as aulas mais uma vez

Há pontos de alagamento, falta de energia elétrica e queda de árvores na cidade; 153 mil estudantes foram afetados pelo cancelamento

Tiago Décimo, do estadão.com.br

09 de abril de 2010 | 12h03

A chuva que cai desde a noite de terça-feira na faixa leste da Bahia havia dado uma trégua entre a tarde e a noite desta quinta-feira, 8, mas voltou forte durante a madrugada e a manhã desta sexta-feira, 9, causando uma nova série de transtornos em Salvador e região metropolitana.

 

Veja também:

link Retirar moradores de áreas de risco no Rio é inviável, diz especialista

link Deslizamentos deixam 3 mil desabrigados em Niterói

link Governo: Lixo em decomposição causou deslizamento em Niterói

mais imagens Imagens sobre o drama da chuva

especial As áreas afetadas pela tragédia

blog Dava para evitar a tragédia?

 

A prefeitura da capital voltou a cancelar as aulas na rede municipal de ensino, deixando 153 mil estudantes sem acesso às escolas. Alguns dos bairros mais populosos da cidade estão com trânsito parado, por causa de pontos de alagamento, e sofrendo com falta de energia elétrica, pela queda de árvores sobre a rede de distribuição.

 

A Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador) pede à população que evite circular na cidade até às 12 horas.

 

O ministro da Integração Nacional, João Santana, está na cidade, onde participa de uma reunião com o prefeito João Henrique Carneiro para discutir medidas para combater os efeitos dos temporais.

 

A prefeitura de Feira de Santana, a segunda maior cidade do Estado, decretou situação de emergência por causa da chuva. Já a de Prado, no extremo sul do Estado, onde há 500 famílias desabrigadas, pleiteia a oficialização de estado de calamidade pública, para conseguir realizar obras emergenciais.

Mais conteúdo sobre:
ChuvasBahiaSalvador

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.