Chuva forte atinge o Espírito Santo e deixa cidades em estado de atenção

Três casas desabaram no município de Guarapiri, deixando 8 pessoas feridas

Gheisa Lessa - estadão.com.br,

14 Maio 2012 | 14h55

Atualizado às 15h55.

SÃO PAULO - Três casas desabaram na madrugada desta segunda-feira, 14, deixando 8 pessoas feridas no município de Guarapari, no Espírito Santo. De acordo com a defesa Civil, os imóveis cederam em função da chuva que atinge todo o Estado desde às 23h do último domingo, 13.

Diversos pontos do Espírito Santo foram atingidos e o Estado bateu o recorde de chuva para o mês de maio, com 171,8mm no intervalo de 24 horas. O antigo recorde aconteceu no ano de 1967 com 135,5mm de chuva. As cidades mais atingidas foram Vila Velha, Cariacica, e a capital do estado, Vitória.

A Defesa Civil de Vila Velha informou que os principais pontos de alagamentos na cidade estão localizados nos bairros da Grande Cobilândia, e ainda em Aribiri, Nova América, Vila Batista, Itapoã, Paul e São Torquarto.

Agentes da prefeitura estão desde a madrugada percorrendo as ruas da cidade para verificar as ocorrências e minimizar os impactos da chuva. Vila Velha tem oito pessoas desalojadas e três desabrigadas. Por causa do mau tempo, uma escola municipal, localizada em Parque das Gaivotas, serve como abrigo para as famílias prejudicadas.

Já em Vitória, a Defesa Civil informou que a maior consequência das chuvas foi o alagamento de aproximadamente seis das principais avenidas da cidade. Por volta das 14h desta segunda, a água já tinha abaixado e os estragos reduzidos. O coordenador de Defesa da cidade, Julio César Cruz, informou que a cidade está em estado de alerta, já que a previsão é de chuvas para o resto desta semana.

Cariacica tinha até às 15h30 cerca de 28 bairros prejudicados pela chuvas. Uma residência desabou no bairro de Campo Grande e parte de uma outra casa no bairro de São Geraldo. Não houve feridos.

A cidade de Cariacica não contabilizou ainda o número de desabrigados e desalojados, mas equipes da Defesa Civil do município atenderam casos de desabamento, desmoronamento e deslizamento de encostas.

Mais conteúdo sobre:
chuvasespírito santo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.