Chuva forte causa estragos na região de Aparecida (SP)

A Defesa Civil da cidade de Aparecida, a 167 quilômetros da capital paulista, no trecho inicial do Vale do Paraíba, pode decretar estado de emergência em razão dos estragos provocados pela forte chuva que atingiu a região, das 18 horas de ontem até o início da madrugada desta quinta-feira. Segundo a Defesa Civil, o Rio Paraíba transbordou e causou vários estragos. Cerca de 400 residências ficaram alagadas e 16 casas foram interditadas por correrem risco de desabar. O caso mais grave foi um deslizamento que atingiu um terreno próximo ao Escadão Boulevard, na praça Nossa Senhora Aparecida, no final da Avenida Getúlio Vargas. Não houve vítimas, mas a Defesa Civil a interditou no local 14 casas que corriam risco de desabamento. As famílias foram obrigadas a sair. A maioria foi para casa de parentes, mas uma família foi levada ao Ginásio da Escola Maria Aparecida Encarnação. Também foram interditadas duas casas nos bairros de Ponte Alta e Santa Luzia. Um garoto ficou ferido após ser arrastado pela enxurrada e cair num bueiro. Ele foi levado para o pronto-socorro por pessoas que testemunharam o acidente. A chuva também alagou a Via Dutra na região de Aparecida. Um trecho no quilômetro 71 permaneceu interditado, nos dois sentidos, das 18 horas até o início da madrugada de quinta-feira. O alagamento chegou a provocar até 15 quilômetros de congestionamento.

Agencia Estado,

16 Fevereiro 2006 | 05h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.