Chuva impede resgate de garimpeiros mortos em Rondônia

O delegado da Polícia Federal Mauro Spósito informa que o resgate dos garimpeiros mortos na reserva indígena Roosevelt, em Rondônia, será dividido em duas etapas. Um delas começa na tarde da segunda-feira e, a outra, na manhã da terça-feira. "O local é de difícil acesso, mata muito densa. Infelizmente, a chuva deste domingo atrapalhou ainda mais o resgate. Mas estamos com tudo preparado", disse Spósito.De acordo com o delegado ? que coordena a operação de buscas na reserva há dez dias ? ainda não é possível saber exatamente quantos corpos foram encontrados. Até o momento, a PF calcula em 26 o número de mortos. Todos eles em avançado estado de decomposição, pelo tempo e pela ação de animais. As vítimas teriam sido baleadas durante confronto, na semana santa, com índios da etnia cinta-larga. Há uma semana, a PF encontrou três corpos em uma área da reserva conhecida como Grota do Sossego. Em 1999, foi descoberta uma mina de diamante na região. Desde então, os conflitos entre índios e garimpeiros em busca do mineral se tornaram freqüentes. AS informações são da Agência Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.