Chuva mais uma vez provoca pontos de alagamento em SP

Pela segunda vez nesta semana, a chuva castigou boa parte da capital paulista nesta quarta-feira, 6, fazendo com que mais uma vez o estado de atenção, decretado pelo Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura, fosse mantido das 17h30 até as 21h30.De acordo com o CGE, a pancada era até as 21h mais intensa nas zonas norte, leste e no centro. O CGE chegou a registrar queda de granizo na região da Avenida Eusébio Matoso, na zona oeste de São Paulo, por volta das 18 horas. Dos 39 pontos de alagamento registrados na cidade até as 20h40, pelo menos 29 continuam ativos, sendo que sete permaneciam intransitáveis.Segundo o CGE, no mesmo horário, o motorista estava impedido de trafegar pela Avenida Sumaré, no sentido do bairro de mesmo nome, na altura do número 16; na Rua Ricardo Cavatton, sentido centro, perto da avenida Ermano Marchetti; na Praça Paschoal Martins, perto da Avenida Marquês de São Vicente; na Rua Ermano Marchetti, sentido Barra funda, próximo à Rua Engenheiro Aubertin; nos dois sentidos da Rua João Alfredo, na altura da Alameda Santo Amaro; na Rua Vergueiro, sentido centro, perto da Avenida Doutor Ricardo Jafet; e nos dois sentidos da Rua Romão, próximo à avenida Valdemar Ferreira. Também por volta das 20h40, o temporal atingia os municípios de Itaquaquecetuba e Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. Até este horário, o Corpo de Bombeiros já havia registrado a queda de cerca de dez árvores em toda a cidade. Ninguém se feriu.TrânsitoO motorista que trafegava pelas ruas da capital por volta das 20h30 enfrentava 98 quilômetros de congestionamento por conta do excesso de veículos e da chuva. A média para o horário das 20h, registrada às quartas-feiras de dezembro do ano passado, é de 52 quilômetros. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), às 19h30, o trânsito estava complicado principalmente na Avenida dos Bandeirantes, sentido Rodovia dos imigrantes, onde o engarrafamento é de 7 quilômetros, desde a Marginal do Pinheiros até o Viaduto Aliomar Baleeiro. Nas pistas expressa e local da Marginal do Tietê, sentido Lapa-Penha, a lentidão era de 5,5 quilômetros, desde o acesso à Rodovia dos Bandeirantes até a Ponte Limão. Já na via local da Marginal do Pinheiros, sentido Rodovia Castelo branco, o trânsito estava carregado por 5,1 quilômetros, desde a Avenida Jornalista Roberto Marinho até a Ponte Cidade Universitária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.