Chuva mantém Defesa Civil em alerta em Minas Gerais

Pelo menos 11 municípios foram atingidos pelas enchentes nos cinco primeiros dias de fevereiro

Paulo R. Zulino, do estadao.com.br,

07 de fevereiro de 2008 | 09h21

As chuvas continuam provocando transtornos em Minas Gerais. De acordo com o último balanço da Defesa Civil, a área leste do Estado é a mais prejudicada. Pelo menos 11 municípios foram atingidos pelas enchentes nos cinco primeiros dias de fevereiro. Na área leste mineira, a preocupação é grande por causa do Rio Doce, que passa por mais de 200 cidades. Até agora, não houve transbordamento, mas a Defesa Civil está alerta por causa da chuva que caía até as 9h40 desta quinta-feira, 7, na cabeceira do rio. Na madrugada desta quarta-feira, em Governador Valadares, o Córrego Cardosinho transbordou, atingindo aproximadamente 100 residências nos bairros de Vila União, Ipê e Atalaia. Os moradores perderam utensílios, alimentos e móveis. Até automóveis foram arrastados e ficaram debaixo d'água, conforme relato da Defesa Civil. Houve deslizamentos de encostas, mas até o momento não há informações sobre feridos. As pessoas atingidas pelas chuvas foram encaminhadas para três igrejas evangélicas da região. A Regional de Defesa Civil Estadual de Governador Valadares enviou apoio suplementar para as famílias afetadas. A prefeitura, o SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) e outros órgãos continuam trabalhando na limpeza de ruas e residências e realizam também a contabilização de danos e prejuízos. O município de Governador Valadares fica a 311 quilômetros de Belo Horizonte. A população é estimada em 257.535 habitantes. Desde o início de outubro do ano passado, 70 municípios mineiros tiveram problemas relacionados com a chuva e 17 deles chegaram a decretar estado de emergência. No mesmo período, 10 pessoas morreram e 30 ficaram feridas. Outras 1.639 ficaram desabrigadas e 1.187 desalojadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.