Chuva mata 1 e deixa 250 mil casas sem luz em Curitiba

Foi encontrado na tarde desta segunda-feira o corpo de Carlos Henrique Conumello da Costa, de 16 anos, que caiu em um córrego no bairro Campo Comprido, durante a forte chuva da noite de domingo na capital paranaense. A chuva, acompanhada de granizo, se estendeu pela madrugada e, de forma mais fraca, durante algumas horas do dia. Cerca de 2 mil pessoas da prefeitura, Corpo de Bombeiros e outros órgãos estaduais tentavam nesta segunda-feira consertar os estragos causados pela queda de 50 milímetros de chuva (o equivalente a duas semanas) em apenas quatro horas. 24 horas após a chuva de granizo, ainda era possível ver montes de gelo em algumas ruas. Segundo a Defesa Civil, 590 chamadas tinham sido feitas para o Corpo de Bombeiro até o fim da tarde desta segunda-feira. A maioria por causa da queda de árvores. A empresa de energia elétrica Copel registrava nesta segunda-feira 16 mil residências sem eletricidade em Curitiba e região metropolitana. Noventa equipes procuravam recuperar a rede para garantir o retorno da energia ainda esta noite. Segundo a empresa, 250 mil domicílios tiveram problemas com recebimento de energia elétrica. O Hospital Cajuru teve uma parte interditada por causa do alagamento. Muitos equipamentos foram danificados pela água.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.