Chuva provoca mais duas mortes em Sergipe

Mais duas pessoas morreram em Sergipe, em conseqüências das fortes chuvas que caem desde a semana passada, elevando para sete o número de vítimas fatais. No final da noite da terça-feira, um trecho da rodovia SE-206, que liga os municípios de Nossa Senhora da Glória a Monte Alegre, cedeu. Dois caminhões e um veículo Paraty foram arrastados pela águas, sendo que os dois motoristas dos caminhões morreram. Os corpos já foram encontrados, mas apenas um deles foi identificado até o momento. Trata-se de Aécio Rodrigues Pereira, 46 anos, que estava indo para Igatu, no Ceará, com uma carga de arroz. As quatro pessoas que ocupavam um veículo Parati ? umcasal e duas crianças ? sofreram ferimentos leves.O governador de Sergipe, João Alves Filho, PFL, que está na região do semi-árido, decretou hoje estado de calamidade pública.Hoje pela manhã, o ministro da Casa Civil, José Dirceu, telefonou para o governador, que lhe relatou a situação. Por determinação de João Alves, o quartel central da Polícia Militar, em Aracaju, foi fechado e 300 militares do serviço burocrático estão nos municípios ajudando os flagelados. Equipes de saúde e três helicópteros ? um alugado pelo governo, um da Infraero e outro da Petrobras ? estão resgatando doentes, levando-os para hospitais na capital. A situação é mais crítica nos municípios de Canindé do São Francisco, que está ilhado, Poço Redondo e Monte Alegre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.