Chuva provoca morte e alagamento em SP

A chuva que começou na noite de ontem e continuou hoje causou uma morte, em Sorocaba, e vários acidentes. Em São Paulo, a chuva aliviou a estiagem, mas provocou alguns transtornos. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), na sexta-feira choveu entre 25 e 30 milímetros no Estado.A cortadora de cana Terezinha de Fátima Toledo, de 40 anos, morreu eletrocutada após ser atingida por um cabo de alta tensão que se soltou de um poste na Fazenda Pimenta, em Sorocaba, durante a tempestade de sexta. Cristina da Silva, de 25 anos, também foi ferida e está internada em estado grave no Hospital Regional da cidade. A Polícia Civil vai apurar as causas do acidente.Na capital, um piscinão será construído para tentar reduzir os impactos das chuvas fortes na zona leste. A prefeita Marta Suplicy anunciou hoje a obra, que deve ser concluída até o fim do ano. "A pedreira de São Mateus será convertida em um piscinão, que vai beneficiar moradores de Guaianases, Itaquera, Itaim e São Miguel Paulista", afirmou. As obras devem começar em 15 dias. Hoje de manhã, o Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura (CGE) registrou 11 pontos de alagamento.Barreira - No km 40 da Rodovia Fernão Dias houve queda de barreira, às 6 horas, no sentido São Paulo-Minas, na altura de Atibaia. O bloqueio causou 5 quilômetros de lentidão e o trânsito só foi liberado às 9 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.